Grupo ECC E-Consulting Corp. DOM Strategy Partners Instituto Titãs Inventures

Por que a gestão estratégica é tão importante?

99 Corporativo Blog, Janeiro, 2017

Criar uma metodologia da visão estratégica, garantir a governança dos planos de ação e manter o engajamento e o comprometimento da equipe são alguns dos muitos benefícios trazidos por uma gestão estratégica eficaz. Sem ela, o futuro de uma empresa se torna imprevisível e as ações podem sair do controle, resultando em falta de unidade e de foco, bem como no desperdício de recursos.

A estratégia corresponde ao que a empresa quer, quais são seus objetivos de curto, médio e longo prazos. Pode ser implementada com metodologias, ferramentas, indicadores, processos e políticas, que, juntos, formam a governança corporativa do negócio. Mas por que exatamente a gestão estratégica é fundamental e como implementar uma política vencedora? Descubra agora!

Relevância

Para Daniel Domeneghetti, CEO da empresa de consultoria DOM Strategy Partners, o cenário atual exige uma capacidade cada vez maior de planejamento e gestão. Assim, processos, pessoas, relações, políticas e responsabilidades precisam ser organizados e constantemente monitorados. “A gestão estratégica é um dos principais meios que as companhias têm para atingir níveis diferenciados de competitividade e posicionamento em seus mercados de atuação”, acredita.

Na opinião de Paulo Ancona, sócio-diretor da Vecchi Ancona, organização de consultoria empresarial e inteligência estratégica, a importância da gestão estratégica pode ser resumida nos seguintes pontos:

  • Colocar-se de forma adequada perante o mercado;
  • Transmitir imagem e conceito claros do negócio ao público;
  • Definir processos integrados às estratégias, que permitirão, na prática, que as ações de todos na empresa sejam aderentes aos planos traçados;
  • Monitorar resultados em todos os aspectos, do financeiro ao reconhecimento da marca, de forma a conseguir corrigir os passos e manter a empresa no caminho;
  • Criar critérios de gestão por meio de indicadores de desempenho que meçam os resultados dos processos e o desempenho dos gestores.

A metodologia de gestão é de extrema importância, pois sabemos que os cenários mudam muito rápido e novas variáveis cruzam o processo. Assim, um modelo engessado gera uma ineficiência muito grande. Quanto mais eficiente for o modelo de gestão, mais rápido alinhamos a companhia, o que nos leva a melhores resultados”, aposta Rodrigo Perez, diretor geral do grupo WTW, especialista em soluções digitais.

História

Para entender por que a gestão estratégica é tão importante dentro de uma empresa, precisamos nos lembrar que a estratégia é o caminho e a gestão corresponde a como e por quem será conduzido. Agora imagine como seria essa gestão estratégica. Se o que veio à sua cabeça foi um calhamaço de papéis cheio de diretrizes de 10 anos atrás, está na hora de se atualizar!

Para o brand strategist Helio Moreira, é importante lembrar que as raízes da estratégia são militares. O foco estava na fixação de objetivos e na coleta de inteligência para uma posterior tomada de decisões, orientando sobre o melhor caminho para alcançar os objetivos propostos. Após a Segunda Guerra Mundial, a estratégia militar entrou com força total no mundo dos negócios e foi batizada de planejamento estratégico.

O campo de batalha era um lugar em que se podia encontrar algumas variáveis básicas, como o poder das armas de um soldado inimigo ou uma frota de aviões com artilharia pesada. Na época, dados em tempo real não existiam e a comunicação era muito precária. Mas tomar decisões era crucial. Portanto, com uma estratégia bem desenhada, mesmo com poucas alternativas de levantamento de dados, era possível produzir algumas diretrizes que a organização como um todo deveria executar.

Essa base foi importante para o mundo dos negócios, que, a partir dos anos 50 até os anos 80, aderiu a essa abordagem. Com o surgimento de novas ferramentas, a alta tecnologia e a globalização na década de 90, o mundo começou a mudar. Atualmente, encontra-se em processo de evolução.

Continua sendo importante detectar oportunidades e prever caminhos, mas agora com um pensamento de futuro, usando a seu favor uma estratégia de gestão mais dinâmica, muito mais flexível e adaptável, enfatizando o trabalho colaborativo, cocriativo e empático”, sugere Moreira.

Processo

O ideal é definir uma direção e iniciar os testes, envolvendo toda a empresa, os principais gestores, diretores, colaboradores e clientes, como uma equipe que ajudará a construir e experimentar o melhor caminho para o sucesso”, afirma o consultor estratégico Lúcio Oliveira Júnior.

Reunimos aqui alguns passos importantes para construir uma gestão estratégica de sucesso:

  1. Monte o planejamento estratégico com uma visão de 3 anos e os planos de ação, 1 ano — esse plano deve envolver um comitê que será o guardará dentro da empresa;
  2. Foque nas visões estratégicas da alta direção, usando ferramentas como análise SWOT, segmentação de unidades, público-alvo e serviços a serem trabalhados, capacidade de crescimento, ampliações geográficas e estruturais, orçamento estratégico, visões de futuro e interesses de acionistas e empreendedores;
  3. Elabore planos táticos, montando uma estratégia para cada área-chave da companhia — finanças, operações, comercial, pessoas e produtos ou serviços;
  4. Desenvolva indicadores estratégicos tanto gerais como de cada unidade ou departamento, orientando todos os envolvidos para a busca pela alta performance e pela produtividade;
  5. Implemente a governança de resultados, entendendo quais serão os projetos prioritários para avaliar os recursos disponíveis e descobrir a real capacidade de implementação. Deve-se, então, avaliar o organograma e as atribuições do time, criar uma sistemática de controles de desempenho, montar comitês de gestão e realizar reuniões de fechamento mensais com cada departamento para avaliar as performances planejadas versus realizadas.

Benefícios

Uma boa gestão estratégica traz mais discernimento para identificar o que funciona e orienta para o resultado que realmente importa, impedindo que a empresa e seus colaboradores percam o foco e permitindo que saibam realmente o que estão fazendo e para onde estão indo.

A falta de uma gestão estratégica eficaz faz com que a empresa desperdice recursos e se torne um barco à deriva, que até sabe aonde quer chegar, mas não tem noção exata do que fazer para chegar lá”, acredita a coach Vivian Sant’Anna.

Para Alexandre Borin, CEO da Prestus, que desenvolve soluções de atendimento remoto para empresas de diversos portes e segmentos, “enquanto um empreendedor não entende que a estratégia de uma empresa vai muito além de definir visão, missão e valores, dificilmente perceberá oportunidades de realmente se diferenciar, continuando a lutar para incrementar faturamento com ações táticas, cansativas e de pouco retorno”.

O que você ainda está esperando para implementar uma gestão estratégica de sucesso na sua empresa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 4 =

Scroll to Top