Grupo ECC E-Consulting Corp. DOM Strategy Partners Instituto Titãs Inventures

Administradores, julho, 2013

Um levantamento realizado pela DOM Strategy Partners, entre fevereiro e maio de 2013, mostrou as opiniões dos executivos acerca do consumo consciente.

Para a realização do estudo “Sustentabilidade Corporativa”, a empresa utilizou o seguinte mote: “O consumidor brasileiro está mais consciente? Se sim, como se relacionar com ele, transmitindo conceitos ligados à Sustentabilidade?”.

A pesquisa ouviu Diretores, Gerentes de Comunicação, Marketing, Cliente, Comercial e Sustentabilidade de mais de 300 varejistas e indústrias, entre os 500 “Tops” com atuação no Brasil, influentes em cinco grupos de setores econômicos. A metodologia incluiu entrevistas diretas, questionários online e media-tracking.

Cinco primeiros do ranking

Perguntados se “Percebem que o consumidor está mais consciente”, 84% dos representantes dos Bancos responderam que “Sim”. Em segundo lugar aparece a Indústria Farmacêutica (83%), seguida pelas Universidades (79%), Super/Hipermercados (78%) e Companhias Aéreas (77%).

Quanto ao “Critério/Atributo que aponta como impulsionador principal da mudança/evolução do consumidor”, o resultado foi: Competição com concorrentes (Bancos), Influência de especialistas ou outros consumidores – redes e comunidades (Indústria Farmacêutica e Universidades), Preço/Condições Comerciais (Super/Hipermercados e Companhias Aéreas).

A “Principal bandeira de Sustentabilidade adotada para o público consumidor” é: Crédito Consciente (Bancos), Cuidado com a vida/ inovação da medicina (Indústria Farmacêutica), Empregabilidade /evolução individual (Universidades), Consumo Consciente/Comparação (Super/Hipermercados), Operação Sustentável (Companhias Aéreas).

“É interessante conhecer a visão de quem está dentro das empresas desenvolvendo e aplicando as políticas de relacionamento com o consumidor para, em um segundo momento, verificarmos se os resultados vão ao encontro da percepção do público. Falar de consumo consciente ainda é um desafio para as marcas, portanto, quanto mais pudermos compreender esse tema, mais elementos iremos transmitir para que a comunicação com os clientes seja mais efetiva, afirma Roberto Meir.

Outros resultados

A pesquisa “Sustentabilidade Corporativa” também questionou cada executivo se a empresa “Mudou a forma de comunicar (Propaganda e Marketing)”. O destaque ficou com Bancos (91%), Alimentos e Bebidas (84%) e Super/Hipermercados (81%).

Outra questão foi se “Mudou a forma de servir/atender”. Mais uma vez a maior parte das respostas “Sim” veio dos Bancos (88%), Super/Hipermercados (79%) e Hotelaria (78%).

E o “Peso estimado ‘Real’ da Sustentabilidade na hora da compra”? De novo surgem os Bancos no topo (52%), seguidos da Indústria da Beleza e Cosméticos (45%), Indústria da Moda e Têxtil (43%) e Seguros e Previdência (43%).

O estudo foi realizado pela DOM Strategy Partners a pedido da Revista Consumidor Moderno.

Os comentários estão fechados.

Scroll to Top