Grupo ECC E-Consulting Corp. DOM Strategy Partners Instituto Titãs Inventures

Pesquisa indica Principais Instrumentos de Gestão usados por CEOs no País

Associação Brasileira de Recursos Humanos – Janeiro, 2014

 

Capacitação profissional, clima organizacional e sistemas alternativos de remuneração são as principais ferramentas que os dirigentes de empresa acreditam dar a seus colaboradores o tratamento de cliente. Esse foi um dos resultados obtidos pela consultoria DOM Strategy Partners na pesquisa realizada em parceria com a revista Consumidor Moderno.

Intitulada Os desafios do CEO moderno e os instrumentos estratégicos que funcionam, a pesquisa aponta quais são, efetivamente, as principais ferramentas de gestão utilizadas pelas lideranças das maiores empresas do Brasil, a fim de aumentar a eficácia em custos e despesas; gerar resultados e valor e potencializar a inovação, entre outros desafios das empresas atuais.

O levantamento, feito entre junho e agosto de 2013, contou com a participação de 181 CEOs e presidentes de importantes empresas do país, de diferentes segmentos de negócios e das diversas regiões (40% instaladas em São Paulo).

“A ideia é que o estudo sirva como base para que outros líderes consigam responder às suas respectivas metas de forma bem-sucedida”, explica Roberto Meir, especialista internacional em relações de consumo e varejo e presidente do Grupo Padrão, detentor da Consumidor Moderno.

Para cada desafio identificado como um obstáculo para as lideranças, a pesquisa elencou as três ferramentas mais utilizadas pelos CEOs com base no número de incidências e respostas. Os resultados seguem abaixo:

1) Priorizar o acionista acima de tudo
84% dos líderes apostam em melhores práticas de relações com investidores;
82% confiam em melhorias na governança corporativa;
68% investem em conselhos presentes e atuantes.

2) Priorizar o cliente tanto quanto o acionista
66% apostam em pesquisas de mercado;
57% confiam em programas de fidelidade;
34% investem em CRM (Customer Relationship Management).

3) Tratar o colaborador como se fosse um cliente
72% apostam na capacitação e desenvolvimento de profissionais;
70% confiam no bom clima organizacional;
51% investem em partnership ou remunerações variáveis.

4) Guardião da missão, valores e marcas corporativas
71% apostam na cultura corporativa;
62% confiam no branding;
60% investem na liderança pelo exemplo.

5) Compreender e monitorar obsessivamente o seu entorno competitivo
63% apostam na inteligência competitiva;
59% confiam em networking corporativo e pessoal;
51% investem em benchmarking.

6) Gerar resultados e valor para a empresa
83% apostam no planejamento estratégico;
77% confiam no EVA (Economic Value Added);
59% investem no EVM (Value Management) ou IAM(Intelectual Asset Management).

7)Maximizar eficácia em custos e despesas
86% apostam em programas sistemáticos de cost reduction;
77% confiam em sistemas tecnológicos e workflows;
59% investem em disciplina orçamentária.

8) Potencializar a inovação
61% apostam em programas de inovação;
61% confiam em tecnologias digitais;
42% investem em redes colaborativas e novas mídias.

9) Operar de forma sustentável
73% apostam em compliance;
61% confiam em responsabilidade social;
53% investem em Sustentabilidade Triple Bottom Line.

10) Tornar-se irrelevante criando processos excelentes
61% apostam em eficiência na gestão;
61% confiam na integração com Supply-Chain;
42% investem em programas de qualidade total.

Clipping_PautaCEOs_Estadao_260114

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × três =

Scroll to Top