Grupo ECC E-Consulting Corp. DOM Strategy Partners Instituto Titãs Inventures

Kroton é líder em ranking das mais valiosas do setor de educação

Canal Executivo – Outubro, 2016

A Kroton foi eleita a companhia de educação que melhor sabe entregar e proteger valor aos seus stakeholders. De acordo com o resultado do ranking Mais Valor Produzido – Educação, criado pela consultoria 100% nacional DOM Strategy Partners, a liderança da Kroton na listagem significa a materialização do engajamento da empresa em dialogar efetivamente com cada um dos seus diversos grupos pertences, composto por alunos, consumidores, acionistas, funcionários e sociedade entorno. A faculdade teve nota 8,02, numa escala de 0 a 10.

Um dos possíveis reflexos deste diálogo entrosado com os seus stakeholders são os números divulgados recentemente pela Kroton na imprensa que mostra uma alta de 24,8% no lucro do segundo trimestre para 519,4 milhões se comparado no mesmo período de 2015.

“Além dos lucros de ordem financeira, o MVP Educação mensurou ativos intangíveis como eficácia da estratégia corporativa, valor das marcas, qualidade de relacionamento com os alunos, governança e até sustentabilidade, quesitos que garantiram a presença da Kroton na liderança do ranking deste ano”, explica Daniel Domeneghetti, autor do levantamento e CEO da DOM Strategy Partners.

Outras quatro companhias do setor também foram lembradas pelos respondentes da pesquisa que tangibilizou diferentes valores a partir da percepção, avaliação e recomendação de seus stakeholders. A britânica Pearson ficou em segundo lugar, com a nota 8,01. A Estácio subiu uma posição em relação ao último ranking e garantiu o terceiro pódio com 7,90 pontos. A Affero Lab também teve boa estreia no MVP educacional na quarta posição com 7,84. Já Abril Educação, vice-líder na última edição, aparece em quinto e último lugar na listagem tendo 7,83.

Para viabilizar a pesquisa, a consultoria se apoiou na metodologia EVM (Enterprise Value Management), tática que defende a tese de que o valor produzido pelas empresas, tanto gerado, como protegido, seja este tangível ou intangível, é agregado (ou destruído) e materializado (quantificado) em função da percepção de valor apreendida e materializada pelos stakeholders.

A partir da premissa do conceito EVM, as principais companhias do setor de educação passaram por uma avaliação em relação às suas performances nos ativos tangíveis e intangíveis, selecionados como direcionadores de geração e/ou proteção de valor pelas empresas.

Já a resposta sobre capacidade de cada empresa gerar e proteger valor para si e para esses públicos foi feita a partir da quantificação das quatro dimensões que definem o Valor Corporativo de uma companhia: Resultados, Reputação (definida como Credibilidade/Imagem), Competitividade e Riscos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − dois =

Scroll to Top