Grupo ECC E-Consulting Corp. DOM Strategy Partners Instituto Titãs Inventures

DOM Strategy Partners premia empresas com a melhor gestão de ativos intangíveis

Itaú-Unibanco, Bradesco, Natura, Gerdau, Petrobras, Pão de Açúcar, Nestlé e Roche estão entre as corporações que subirão ao palco no próximo dia 22/10 para receber o tributo

São Paulo, outubro de 2009 – Na próxima quinta-feira, a partir das 8h, acontecerá em São Paulo a 3º edição do Prêmio Intangíveis Brasil (PIB) 2009, que premiará as companhias que melhor gerenciam seus ativos intangíveis.  

O resultado final foi conquistado a partir da adaptação da metodologia IAM (Intangible Asset Management), proprietária da DOM Strategy Partners, principal consultoria 100% nacional focada em estratégia corporativa, pertencente ao Grupo ECC.

Anualmente, a DOM/SP realiza um minucioso estudo no universo das 1000 maiores empresas em operação no País, à exceção de holdings e de empresas excluídas por reconhecidas más-práticas de gestão, afim de identificar as líderes em excelência na gestão dos principais ativos intangíveis ligados à geração e proteção de valor nas empresas. Os 8 intangíveis monitorados são: Governança Corporativa, Sustentabilidade, Marcas, Clientes & Consumidores, Tecnologia & Internet, Inovação, Conhecimento e Talentos.

De um total de 123 ativos intangíveis potenciais identificados pela Metodologia IAM, esses 8 se transformaram em categorias para a premiação, uma vez que possuem níveis de materialidade, percepção e compreensão mais tangíveis por parte do mercado (muitos deles já dispondo de Diretores, Gerentes ou executivos/áreas dedicadas, com orçamentos exclusivos alocados e metas de performance).

Um dos diferenciais da metodologia aplicada é que, para cada ativo, o processo simula o papel dos observadores externos mais impactados por eles, uma vez que intangíveis só têm valor se percebidos, reconhecidos e valorizados pelos stakeholders externos.

Outras etapas da metodologia do PIB abordam a análise aprofundada da performance das companhias nos 8 ativos avaliados, a análise de performance das companhias abertas no mercado de capitais, análises e benchmarks setoriais, entrevistas com stakeholders diversos, questionários formais respondidos pelas empresas, atestados de compromisso, media-tracking, análise temática e de presença na Web e avaliação dos documentos oficiais, como balanços e declarações, dentre outros.

Tendo como foco principal deste estudo a inserção do Brasil no mercado global de conhecimento de negócios, Daniel Domeneghetti, CEO da DOM/SP, acredita que é preciso melhorar a qualidade e autenticidade do conhecimento dos negócios gerado no país. “Entendemos que em tempos de globalização da economia e avanços tecnológicos, a melhor gestão dos ativos intangíveis por parte das empresas é o principal agregador de valor em seus negócios”, ressalta o executivo, co-autor do Livro Ativos Intangíveis: O Real Valor das Empresas, pela Ed. Campus Elsevier.

A partir dos resultados obtidos, a consultoria organiza um ranking com as 50 melhores empresas na gestão integrada dos principais ativos analisados (CMDOM50) e os 5 mais bem rankeados (Top 5) por categoria de ativo e por setor econômico analisado (mais de 15 setores). Por fim, a DOM Strategy Partners evidencia os vencedores por categoria de ativo e por setor da economia, além de apontar o vencedor do Top Intangíveis Brasil (TIP), que é a primeira empresa no ranking CMDOM50.

Sobre Ativos Intangíveis

Ativos intangíveis são ativos imateriais, garantidores da perenidade e da diferenciação competitiva das empresas, responsáveis pela geração e/ou proteção de valor corporativo aos acionistas e demais stakeholders das empresas. Dentre suas principais características estão: vínculo com longo prazo, caráter estratégico, interdependência entre si, potencialização dos ativos tangíveis, demanda aguda por gerenciamento e metrificação, uma vez que representam percentuais altíssimos dos orçamentos anuais corporativos, mas, ao contrário do que deveria ocorrer, ainda são, na maioria dos casos, mal-qualificados como custos e despesas gerenciados pelas chamadas “áreas-meio ou áreas-suporte”, como Marketing, TI, RH, Finanças, Jurídico, Inteligência, Estratégia, Sustentabilidade, dentre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 2 =

Scroll to Top